Quais são os principais estilos de liderança? Confira!

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Os diferentes estilos de liderança afetam o desenvolvimento das startups. Dependendo da maneira como você atua com seu time, é possível obter resultados diferentes e que ajudam a atingir o êxito tão esperado. Reconhecer as suas atitudes é o primeiro passo para aproveitar os pontos positivos e reduzir o impacto das fraquezas.

Identificar as qualidades também é importante para entender se a forma de agir é condizente com a performance esperada. Assim, fica mais fácil conseguir uma atuação de sucesso e que atraia investidores.

Para não ter dúvidas, trouxemos os principais estilos de liderança e suas características. Confira!

Autocrática

Você quer que o time aja exatamente como o esperado, com atenção a todas as regras? Então, talvez você seja o líder autocrático. Essa é a figura que busca um atendimento estrito a tudo o que foi dito, com pouca autonomia para os profissionais envolvidos na tarefa.

Muitas vezes, é considerado “chefe”, em vez de líder. Mas será que essa é uma liderança sempre ruim? Não é para tanto. Embora ande na contramão de algumas mudanças recentes e que trazem maior liberdade, é uma proposta necessária em alguns segmentos.

Startups que precisam seguir padrões estritos ou setores com processos com pouca variação recebem bem essa liderança. Na tomada de decisão, é comum recorrer a um grupo pequeno ou mesmo agir individualmente.

Democrática

Ao definir caminhos, a opinião do seu time é importante? Se a resposta for “sim”, é provável que você exerça uma liderança democrática ou participativa. Nesse caso, o grande diferencial é a atenção dada ao feedback do time.

Antes de tomar uma decisão, você senta e escuta o que cada um tem a dizer e oferecer sobre determinada situação. Com isso, é possível tomar uma decisão embasada e com novas perspectivas. Mas não confunda: não significa fazer votações e seguir a maioria. A palavra final permanece sendo sua.

Um dos destaques é que esse é um dos estilos de liderança que geram maior engajamento dos profissionais. Como suas vozes são ouvidas, podemos dizer que se sentem ainda mais parte do negócio.

Liberal

O seu time tem liberdade para tomar decisões, mesmo sem procurá-lo diretamente? Quando existe esse nível de autonomia, há a liderança que chamamos de liberal. Ou seja, o time tem uma atuação muito mais central e relevante.

Como líder, seu papel é supervisionar e antecipar e resolver problemas. Mas, no geral, são os próprios profissionais que decidem como cada tarefa deve ser feita ou quando devem ser entregues.

É uma abordagem interessante e consistente com as startups horizontais de hoje. Por outro lado, é uma alternativa que exige um nível de maturidade muito elevado e nem sempre os talentos apresentam isso. Portanto, deve ser usada com cuidado.

Visionária

Os riscos são vistos como oportunidades na sua maneira de liderar? Em caso afirmativo, você exerce uma liderança visionária. Na verdade, ela tem tudo a ver com os fundadores de startups, já que envolve visão empreendedora e disposta a encarar os riscos.

Principalmente, essa é uma abordagem que busca inspirar o time a agir de forma ousada e com otimismo. Em vez de encarar uma meta como perdida, é possível atuar para motivar o time e conseguir chegar a um desempenho melhor.

Também conta com bastante engajamento, já que deixa as pessoas mais satisfeitas e dispostas a encararem novas possibilidades.

Coach

Você conta com pessoas diferentes em seu time e tem foco em sua performance? Essa é uma abordagem que tem tudo a ver com a atuação do tipo coach. Esse é um dos mais atuais estilos de liderança e é uma espécie de evolução da proposta visionária.

Como líder coach, você deve criar um ambiente de confiança, troca e integração entre os colaboradores. Ao mesmo tempo, deve manter o foco nos resultados de cada um, com orientações sobre como melhorar.

Desse modo, a intenção é criar uma performance coletiva satisfatório, sem se esquecer de cada um, de suas capacidades e de suas necessidades. Assim, é possível reter talentos e aumentar o desempenho por parte deles.

Situacional

Você tenta acompanhar a evolução dos times e atua conforme as mudanças? Isso significa que seu estilo de liderar é situacional. Na prática, podemos dizer que é o modelo que assume vários papéis, dependendo do estágio de maturidade dos talentos.

Quando as pessoas são inexperientes e pouco competentes, atua-se no direcionamento. Para os que têm conhecimento e motivação, a orientação ajuda na experiência. Os experientes e desmotivados dependem de apoio e os motivados e experientes, de novos desafios.

Conseguir acompanhar o momento do time é muito importante para aproveitar ao máximo os talentos. Também é uma modalidade válida para times com alguma rotatividade, como é comum nas equipes das startups.

Burocrática

Flexibilidade não é uma palavra que faz parte do seu cotidiano? Isso pode ser sinônimo de uma atuação burocrática e voltada para questões específicas. Em um modelo parecido com a liderança autocrática, esse modelo se baseia em agir de maneira metódica.

Como líder, sua principal característica é exigir que o time aja exatamente como mandam as regras. Não há espaço para criatividade e a colaboração não surte efeito, porque todas as regras já estão prontas.

Só é adequada se a sua startup for regulamentada e tiver que seguir aspectos muito específicos. Como, normalmente, a ideia é inovar e trazer soluções inéditas, é comum que ela seja deixada de lado.

Empática

Seu time sabe que pode contar com a sua compreensão em imprevistos e desafios? É um bom sinal de que você exerce uma proposta empática. Entre os estilos de liderança, é um dos que têm ganhado destaque.

A ideia é simples e consiste em enxergar os talentos como pessoas com problemas e dificuldades reais. Enquanto outros modelos tentam desconsiderar o que acontece fora do trabalho, esse é um modelo que tenta levar em consideração o ser humano como um todo.

Isso é representado por mais flexibilidade, atuação servidora e muita confiança. Mas, para dar certo, é preciso ter uma equipe realmente motivada e madura para ser capaz de chegar mais longe.

Os estilos de liderança variam bastante com cada time, gestor e startup. Ao descobrir o seu e o que é ideal para a sua atuação no mercado, é possível se aprimorar e ser um líder com as melhores qualidades.

Gostou de conhecer essas categorias? Compartilhe o post em suas redes sociais e marque seus contatos que se interessam pelo tema!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-