Afinal, de que forma a metodologia ágil pode ajudar a minha startup?

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Sua startup enfrenta gargalos no momento da entrega, os pedidos são transferidos em desconformidade com o produto, não há integração do time e você já não sabe mais o que fazer para solucionar os problemas. Então, está na hora de aplicar a metodologia ágil. Não sabe do que se trata?

O mercado se tornou muito competitivo e tem exigido das empresas novos processos no desenvolvimento dos trabalhos. E a área de tecnologia tem inovado consideravelmente para alavancar os negócios utilizando essa metodologia que surgiu nos anos 80. Porém, foi na virada do milênio que ela começou a ser empregada dentro das empresas.

Continue a leitura para compreender como aplicar a metodologia ágil em sua startup e eliminar todas as dores de cabeça desnecessárias.

O que é metodologia ágil e quando surgiu?

A gestão de projetos de desenvolvimento do software, geralmente, apresenta problemas para atender os clientes de maneira dinâmica, com grande produtividade e flexibilidade. Com o surgimento da metodologia ágil esses obstáculos foram solucionados, porque há uma mudança na abordagem interativa em que todo processo é documentado no decorrer do planejamento.

Cada etapa é realizada de forma curta a fim de se planejar e desenvolver melhor. Em suma é um conjunto de práticas que permite entregas rápidas, com qualidade e de acordo com as necessidades dos clientes e da empresa.

metodologia ágil surgiu em uma reunião nos Estados Unidos, em 2001, por desenvolvedores de software como alternativa à gestão tradicional que tantos problemas traziam. Seu foco está na necessidade dos clientes, nos testes de cada funcionalidade desenvolvida e na gestão do trabalho.

Como a metodologia ágil pode ajudar as empresas?

Esta filosofia, atualmente, é aplicada em diversos tipos de empresas, organizações e startups. Para facilitar foram criados subtipos de gestão ágil. Conheça três metodologias que também são chamadas de “frameworks”.

Kanban

Desenvolvida pela Toyota em 1960, o Kanban controla os fluxos de produção ou transporte da indústria usando cartões em um quadro branco para que os profissionais possam visualizar e monitorar os processos citados. Assim, conseguem reduzir estoques e ver cada etapa da fabricação dos veículos com pouca burocracia.

Scrum

O Scrum é processo de desenvolvimento interativo e incremental, bem popular na metodologia ágil — foi criado na década de 80 por Jeff Sutherland. Ele participou do desenvolvimento da técnica nos Estados Unidos.

Sua base está nos “sprints” periódicos que duram de duas a quatro semanas para resolver problemas e em reuniões fixas diárias. A característica principal do Scrum está no ser humano que desenvolverá o processo, trabalhando com menor intervenção do cliente a fim de que o resultado seja refinado e com prazo reduzido.

XP (eXtreme Programming)

Foi criada em 1997 para auxiliar nas práticas de engenharia. A XP é mais usada na área de desenvolvimento de software, pois otimiza a qualidade e resposta conforme os pedidos dos clientes. Ela remove funções desnecessárias, testa produtos e obtém feedbacks, fazendo as adaptações para que o produto seja finalizado.

Geralmente, esta metodologia é usada quando o cliente tem dúvidas sobre o que ele quer. Desta forma, com o suporte correto é possível chegar a um denominador comum.

Como colocar a metodologia ágil em prática?

Para implementar a metodologia ágil é preciso fazer um planejamento para saber qual time estará no processo, bem como as expectativas da empresa para que os objetivos sejam alcançados. Ela pode ser feita por etapas ou de uma única vez.

Logo, é preciso promover um alinhamento com os valores e os motivos das mudanças de maneira integral em todos os departamentos da empresa, para que a nova gestão ágil seja bem-sucedida. Qualquer erro precisa ser analisado para servir de aprendizado e saber qual foi a raiz da causa. Tudo sem constranger o time, de forma que ele se sinta motivado a acertar.

Não é preciso reinventar a roda: com a metodologia ágil há estudos, técnicas e formatos para se ajustarem a qualquer empresa. Para saber qual a mais indicada, conheça os seus desafios e problemas que terá ao longo do percurso.

Gostou do post? Agora, saiba mais sobre a Lei do investidor anjo e de que forma ele pode ajudar sua empresa.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-